A praia das Azenhas do Mar, em Sintra, foi ontem, dia 7 de Setembro, palco de uma festa de Biodança, promovida pelo Espaço Zen Family.

A festa começou por volta das 17 horas, um pouco antes do pôr-do-sol, e tinha como tema central a Biodança. Tudo começou com a contemplação do pôr-do-sol, ao qual as cerca de 50 pessoas ali presentes bateram palmas.

A festa não terminou por aqui, pois apenas tinha começado. Uma roda gigante foi formada pelo grupo, em que cada pessoa dava as mãos aos parceiros do lado e assim começaram uma dança suave e harmoniosa ao som  de “One Love” de Bob Marley.

Para cada música que se seguiu havia uma tarefa especial, que era explicada antes de se começar. Podia-se dançar individualmente, dançar em grupo de mãos dadas, ou até mesmo dançar de olhos fechados durante dez minutos, sentindo apenas a brisa do mar.

Foi uma tarde com ambiente festivo e convidativo tanto a homens como a mulheres, tanto a novos como a velhos, em que as pessoas que aderiram à iniciativa estavam bem dispostas, alegres e sobretudo livres de preconceitos.

A Biodança provém do grego e quer dizer “dança da vida”. Define-se como um sistema de integração afectiva, em que várias pessoas se juntam para, ao ritmo dos mais variados tipos de música, dançarem livres de  preconceitos.

A Biodança promove o culto da vida, as relações não tão verbais , mas mais corporais ou gestuais, e a libertação do corpo e da mente. Assim várias pessoas juntam-se para adorarem a vida e despirem-se de preconceitos, ideias pré-definidas, da timidez, dando asas à imaginação e ao espírito.

 Pôr-do-sol na Praia das Azenhas do Mar

 Roda gigante ao som de “One Love”, Bob Marley

 Dança individual e em grupo

 Dança em grupo

 Pessoas que dançam livremente pela praia

 

 Dança em grupo entre novos e velhos, homens e mulheres

                                                      

                                                           Texto e Fotografia: Catarina R. Costa