Guerra, injustiça, coragem e morte são as palavras chave da peça de teatro El corazon de Antígona, que esteve ,ontem, em cena no Cine-Teatro da Covilhã.

Esta peça espanhola foi intepretada por Maria Vidal, que apesar de representar sozinha conseguiu encher o palco do teatro da Covilhã.

Él Corazon de Antígona foi escrita 400 anos antes de cristo mas continua a ser uma tragédia actual pela sua mensagem e pelas suas reflexões. Apesar da protagonista falar espanhol, a mensagem é perceptível com facilidade e o público consegue até emocionar-se com facilidade ao perceber a história de Antígona.

A peça trata temas como a guerra e o poder. Antígona é uma mulher que perdeu dois irmãos na guerra, sendo que um deles não teve um funeral digno. Deste modo, a personagem principal, Antígona, faz questão de enterrar o seu irmão, mas rápidamente se descobre tal acto. Assim, Antígona não espera por represálias , suicidando-se.

La Prometida

la-prometida

Antígona

antigona2

La Prometida II

la-prometida-ii

 

 Texto e Fotografia: Catarina Rodrigues da Costa