logo-cinecultura23

“Porque não disseste nada ao papá?”, perguntou o pai

“Porque o papá disse que se alguém me magua-se o mataria”, disse a filha

(na escola a criança tinha perguntado à professora o que aconteceria se alguém matasse e «vai preso para sempre», foi a resposta)

do documentário, “Livrai-nos do Mal”

Decorreu ontem no Festival Cineuropa em Santiago de Compostela uma sessão dupla sobre «pedófilia». Dois documentários que retratavam o sofrimento de adultos que em criança descobriram o que era ser tocado e abusado (uma palavra nunca fácil de dizer) desde dos seus 5 anos de idade aos 10.

Estes documentários retrataram o sofrimento e o perder de fé das pessoas que vêm num padre, visto como a salvação que mais tarde se apercebe que quando está só com o seu filho, está a causar-lhe o maior sufrimento da sua vida. Depoimentos de pedófilos e dos que sofreram com eles, as crianças (agora adultas) e os pais destes. 

 

«Deliver Us from Evil», de Amy Berg

1224694284libranos_del_mal_grande2“Livrai-nos do Mal”, é um documentário de Amy Berg. Um documentário americano de 101 minutos que nos retrata intensivamente depoimentos de um pedófilo que durante 30 anos fez centenas de vítimas. Um padre que foi acusado anos consecutivos e apenas sofreu como “pena” a transferência para outras paróquias para cuidar de crianças noutras instituições, estando ainda hoje em Irlanda junto de crianças.

Neste documentário temos ainda a parte de uma igreja que mente e omite estes tipo de acontecimentos e simplesmente se recusa a falar com familiares e com as pessoas que sofreram. Vemos o depoimento de adultos destroçados com uma infância estragada nas mãos daqueles que pensavam ser seus amigos e que quando tentam agora parar o sofrimento de outras crianças se vêm, sem qualquer apoio, perdendo alguns, a sua fé. 

«Twist of Faith», de Kirby Dick

1224842643twist-poster-gr“Twist of Faith” que em português estará traduzido para “Possuído pelo Ódio” é um documentário americano de Kirby Dick. Durante 87 minutos é retradata a vida de um bombeiro, homem, marido e pai de duas crianças que sofreu agressões pedófilas nas mãos de um professor e padre da escola. Ao longo do documentário vêmos a mudança de um homem que sempre tentou esquecer este acontecimento e querendo agora evitá-lo a todo o custo aos seus filhos que o mesmo passa-se quer justiça, não apenas monetária mas psicológica: «um pedido de desculpas a sua mãe e à sua esposa».

Vemos neste documentário um segredo de anos a ser revelado aos media e a todos os vizinhos e amigos de Tony. Mas para além disso vemos alguém que quer justiça e um ódio imenso a aumentar por ver que a sua religião não o apoia e poderá não passar de um teatro, e com isto, a perda e dúvida numa fé. 

 

Andrea Rocha

Advertisements