Texto e Foto, Andrea Rocha

Ontem, dia 10 de Fevereiro, foi mais uma noite de Jazz no café/bar «Dado Dadá» em Santiago de Compostela. Como é por hábito neste estabelecimento todas as terças feiras são noites de jazz. Bandas de Jazz de enumeras zonas já tocaram naquele café que, com a decoração apropriada faz com que aqueles instrumentos nos deixem levar ao tão bom sabor do jazz.

Também neste “refúgio do jazz” se encontram nas paredes exposições de fotografia e pintura,  relacionados com o jazz. «Reis» do jazz não faltam naquelas paredes e há mesmo fotografias em que parece que estes estão presentes entre nós.

Ontem foi uma noite diferente. Músicos de várias bandas vieram mostrar o seu melhor, conseguindo-se juntar no «Dado dadá» cerca de oito músicos. Com dois bateristas, dois saxofonistas, dois pianistas, um no contra baixo e ainda um no baixo conseguiu-se sons de improviso. Com um grupo que em alturas pareciam ser um só e noutras mostrava a sua individual diferença, a partir do seu instrumento.

Uma noite que começou com três pessoas a tocar, por volta das 23horas e terminou com oito pessoas em palco, até muito além da hora normal. Conseguiram-se aplausos e gritos de saudações e parabéns, tendo mostrado que, no jazz quem canta são os instrumentos.

Noite especial em Santiago de Compostela com a magia do Jazz

_mg_9249

Para visualizar mais fotografias: www.andrearocha.wordpress.com ou www.flickr.com/photos/andrearocha

Advertisements